Sirlene Alves

Psicoterapia Reencarnacionista

A personalidade congênita diz, simplesmente, que somos como somos pois nascemos assim. a diferença fundamental, então, entre a psicoterapia reencarnacionista  e todas as psicologias e escolas anteriores é que a reencarnação é o seu elemento básico e, a partir daí, é que tudo se estrutura.

Os seus pilares são: a personalidade congênita, a ilusão dos rótulos das "cascas" e o real aproveitamento da encarnação. ela não é terapia de vidas passadas (tvp) e não deve ser confundida com a regressão terapêutica, que é uma de suas ferramentas, utilizada para desconectar as pessoas de situações traumáticas do seu passado que ainda estão acontecendo em seu inconsciente, originando sintomas, principalmente os casos de fobias e síndrome do pânico, que podem ser, deste modo, curados rapidamente mas também e, fundamentalmente, para ajudar as pessoas a encontrarem a sua personalidade congênita e aí a sua proposta de reforma íntima.

Conheça a história da Terapia Reencarnacionista clique aqui.

Receba as novidades no seu email